Câmara de Mirandela irá investir mais de um milhão de euros no aeródromo municipal

A Câmara de Mirandela vai investir 1,1 milhões de euros no aeródromo municipal para dinamizar e melhorar a operacionalidade deste espaço em parceria com o Aero Clube local, divulgou hoje a autarquia.

Trata-se de um investimento destinado à construção de novas infraestruturas e equipamento “para valorizar o espaço e os serviços” e tornar o aeródromo municipal “numa eficaz e importante porta de entrada para a Península Ibérica”, como refere, em comunicado.

O município cedeu 18 mil metros quadrados de terreno, através de um contrato de comodato com a duração de 40 anos, ao Aero Clube de Mirandela, a cargo de quem ficará a concretização do projeto de dinamização.

A parcela de terreno destina-se, como explicou a autarquia, à “construção da sede social do Aero Clube, sala de aulas da Escola de Pilotagem, sala de convívio, casas de banho, bar/restaurante, hangares para as aeronaves da associação e para aluguer, ‘bungalows’ para apoio a pilotos em trânsito, piscina para os associados, área de eventos e um parque infantil temático”.

Em outubro de 2020, a autarquia dotou o aeródromo municipal de uma torre de controlo, “um dos requisitos que possibilita a elevação desta infraestrutura a Classe II, exigida para o transporte de passageiros e de mercadorias”.

A Câmara Municipal “considera essencial valorizar o espaço e os serviços que o Aeródromo Municipal de Mirandela já oferece, tornando-se, assim, numa eficaz e importante porta de entrada para toda a península ibérica”.

O aeródromo municipal de Mirandela é atualmente a base de uma Escola de Pilotagem de Ultraleves e de diversas atividades do Aero Clube de Mirandela, assim como Centro de Meios Aéreos de Combate a Incêndios.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.