Câmara de Mogadouro aprova 21 milhões de euros para o Plano e Orçamento de 2020

O Plano e Orçamento do município de Mogadouro para 2020 terá uma dotação financeira de cerca de 21 milhões de euros e foi aprovado em reunião de executivo.

"O Plano e Orçamento para 2020 é superior ao de 2019 em cerca de 2,5 milhões de euros. O documento tem em conta para 2020 um conjunto de obras que estão em curso e outras que estão programadas para o próximo ano, bem como continuar a investir na ação social", concretizou à Lusa Francisco Guimarães.

O autarca apontou, a título exemplo, a reabilitação do antigo bairro Fundo Fomento, como uma dotação financeira que ronda os três milhões de euros (obra em execução) ou a remodelação do sistema de águas residuais da vila de Mogadouro, cuja dotação financeira é de 2,2 milhões de euros, ambas as obras em execução.

Para 2020, as obras de maior vulto são a remodelação da Estrada que liga o Variz São Martinho, uma empreitada de mais de um milhão de euros, e a requalificação da antiga Escola Preparatória Trindade Coelho, que engloba um refeitório escolar e social.

O sistema de "passadeiras rodoviárias inteligente" ou a remodelação do Parque de Feiras e Exposições são outras das apostas.

"Esta são algumas das obras, que em nosso entender vão valorizar muito este Plano e Orçamento", vincou o autarca eleito nas listas do PS.

Nas funções socais, o município vai manter "todos os apoios socais em vigor" e aumentar a ajuda no transporte aos doentes oncológicos do concelho.

Para os eleitos pela coligação Tudo Por Mogadouro, liderada pelo PSD, "da leitura dos documentos, salta à vista a mesma visão de sempre, a grande Opção para o ano de 2020 é a mesma do ano 2019 e a do ano 2018".

"Trata-se apenas e tão somente de um documento que visa a gestão corrente. A gestão do dia-a-dia. Como se o tempo em que vivemos fosse feito de muitos dias", criticou o vereador da oposição, Daniel Ribeiro (PSD).

Para os eleitos nas listas da Coligação, "o senhor presidente apresenta uma proposta de Plano que orça um pouco mais de 21 milhões de euros, mas prevê uma receita corrente para o ano de 2020 inferior à do ano passado, para além de que propõe um aumento da despesa".

O PSD questiona, perante esta proposta de plano, onde estão as lideranças de "alto calibre", a criatividade e a visão estratégica.

"Deveríamos estar neste dia [22 de outubro] a falar e debater 'Vilas inteligentes', os territórios de baixa densidade. Enfim, deveríamos estar já fazer futuro e não agarrados à gestão do ano passado", concretizaram os vereadores da coligação PSD-CDS/PP.

O Plano e Orçamento do município de Mogadouro foi aprovado em sede de executivo municipal a 22 de outubro, pela maioria socialista, com uma atestação do PSD.

Os restantes elementos da coligação não marcaram presença na reunião, porque entenderam "que os documentos para a sessão trabalhos foram entregues, fora de tempo".

O executivo municipal de Mogadouro é constituído por quatro eleitos pelo PS e três eleitos pela Coligação "Todos por Mogadouro", liderada pelo PSD.

A Assembleia Municipal de Mogadouro é de maioria socialista. O Plano e Orçamento vai ser levado a Assembleia Municipal no final do próximo mês de dezembro para discussão e votação.

 

FOTOGRAFIA: BMF

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.
The website encountered an unexpected error. Please try again later.