PUB.

Apresentado novo logotipo da ACISB símbolo de uma identidade corporativa “mais moderna e atrativa”

Numa altura em que a Associação Comercial, Industrial e Serviços de Bragança (ACISB) assinala os seus 120 anos, a direção decidiu criar uma “imagem mais atrativa, moderna e adaptável às novas tecnologias da comunicação”.

Aprovada por unanimidade na última Assembleia Geral, a "nova imagem" que a associação diz ter entendido como oportuno “criar", pretende ir "ao encontro da atual dinâmica, social e económica que a ACISB imprime na cidade e, especialmente, junto dos seus associados”.

Quanto ao porquê da mudança, nas palavras do próprio vice-presidente da ACISB, “o símbolo não era novo e já não estava em consonância com as novas formas de comunicar, nem não pouco era fácil de ser aplicado, não só nas redes sociais como, também, em termos de imagem corporativa e, por isso, decidimos nos 120 anos da associação, mudarmos a imagem, de acordo com aquilo que tem sido feito pela associação, veiculado numa imagem nova, mais apelativa e que nos permita comunicar de uma forma mais nobre, mais eficiente e mais atraente”.

Apresentado esta segunda-feira, dia 9 de maio, perante a Comunicação Social, o novo logotipo procura manteros elementos base que refletem os princípios e valores que estiveram na missão da associação, nos últimos 20 anos”, integrando “quase todos os elementos do símbolo anterior”, realça Jorge Varejão, que enumera, a título de exemplo, a “esfera armilar, a janela da Domus, a balança, o B de Bragança e o homem que representa as pessoas". Segundo o responsável, trata-se de "transportar parte da identidade que define a ACISB, ajustando-a, apenas, aos novos tempos”.

ACISB

… “um design mais moderno e atrativo, com cores mais sóbrias e adaptáveis aos diferentes contextos e ferramentas de que a ACISB necessita para comunicar.”

 

Relativamente à composição do novo logotipo, integra-o a esfera armilar, que consta da Bandeira de Portugal, sendo uma "ferramenta astrológica que consiste em uma representação esférica do universo". O instrumento, que funciona como "uma espécie de bússola", refere a ACISB, "foi de extrema importância no período das Grandes Navegações (século XV ao século XVII)", convertendo-se "num símbolo dos descobrimentos portugueses da época".

esfera

Já a “Janela da Domus”, é o “elemento local escolhido”, sustenta a direção, “por fazer referência direta a um dos monumentos mais importantes da cidade com uma referência histórica muito importante”, pois era um local onde se reuniam os “homens-bons” e onde se tomavam muitas das decisões públicas.

Domus

Quanto à “balança”, a ACISB diz estar associada ao comércio local, nomeadamente às antigas mercearias, representando “equilíbrio, ponderação, critério e justiça”.

balança

O “B” de Bragança insinua-se como "uma clara alusão à área de abrangência e atuação da associação".

Enquanto o “Homem”, figura abstrata que representa as pessoas, a comunidade e os próprios comerciantes, pretende traduzir as "relações comerciais que acontecem entre pessoas", mas, também, "o respeito, a humanização dos serviços e a valorização dos recursos humanos", elementos cultivados pela ACISB ao longo da sua história.

 

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.