PUB.

“Bragança, Terra Natal e de Sonhos” permitiu dinamização da economia em plena pandemia

Após um interregno forçado causado pela pandemia em 2020, o regresso da “Terra Natal e de Sonhos” à Capital de Distrito permitiu a tão aguardada dinamização da economia local e a não menos ansiada animação própria da época natalícia.

De acordo com dados lançados pela autarquia, foram 22094 as pessoas que deslizaram pela pista de gelo, incluindo crianças de todo o distrito que puderam usufruir, gratuitamente, da diversão mais concorrida da quadra festiva. O município contabilizou, ainda, que “a média diária de patinadores foi de 520 utilizadores”, referindo que este número é “equivalente” ao da última edição de “Bragança, Terra Natal e de Sonhos”, realizada em 2019.

Para além da presença na Praça Camões de pessoas oriundas de todo o distrito, de destacar a afluência de turistas espanhóis e nacionais, nomeadamente, da Área Metropolitana do Porto, Braga e Guimarães, o que, segundo o executivo, “ajudou a dinamizar o centro urbano e a retomar a magia” de uma iniciativa que, desde a sua primeira edição, não deixa indiferente nenhuma família, contribuindo, de forma decisiva, para o impulsionar da comunidade empresarial, tão afetada pela pandemia, que tem vindo, drasticamente, a estagnar e a esmorecer a economia concelhia, reprimindo potenciais novos investimentos tão necessários ao interior e ao seu desenvolvimento.

Com tantos visitantes, o comércio, a restauração e a hotelaria, especialmente as unidades de turismo rural e a restauração do centro urbano, acabaram, também, por ser beneficiados, já que se registou um aumento significativo na procura, o que permitiu uma certa recuperação económica de setores considerados fulcrais para o crescimento turístico e financeiro de qualquer região.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.

The website encountered an unexpected error. Please try again later.