Detidas mais duas pessoas da alegada rede organizada de tráfico de droga em Carrazeda de Ansiães

Esta terça-feira, dia 23 de fevereiro, o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Mirandela deteve, em flagrante, dois homens de 36 e 48 anos em Carrazeda de Ansiães.

A GNR julga, assim, ter acabado por desmantelar a alegada "rede organizada de tráfico de estupefacientes", cuja investigação havia conduzido, em setembro de 2020, à detenção de sete indivíduos da mesma rede que se dedicava à venda de droga no concelho.

De acordo com o Comando Territorial de Bragança, após a detenção dos primeiros sete indivíduos, estes dois suspeitos, agora identificados e detidos, terão continuado a “manter o esquema ilícito em funcionamento”.

E foi esta semana, após diversas diligências policiais, que os militares conseguiram surpreender os suspeitos “em flagrante na posse de produto estupefaciente” na A4, próximo de Vila Real, durante uma ação que contou com o apoio do Posto Territorial de Carrazeda de Ansiães e da Secção Cinotécnica de Bragança.

No seguimento das detenções, foram realizadas duas buscas domiciliárias, tendo a GNR apreendido 119 doses de heroína, três doses de cocaína, uma dose de haxixe, uma pistola de calibre 6,35mm, duas pistolas de alarme, três armas brancas, diversas munições de vários calibres, uma viatura, duas balanças de precisão, dois telemóveis, um tablet, joias em ouro e prata e 70 euros.

Os detidos foram, entretanto, constituídos arguidos, tendo sido, hoje, 25 de fevereiro, presentes ao Tribunal Judicial de Vila Flor.

gra

 

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.